quinta-feira, 29 de outubro de 2015

O CANTO DAS LÁGRIMAS

palavras
navalhas
rasgavam
a alma
ofereciam
migalhas
misérias
de afeto

sobrava
lamento 
lágrimas 
de dor 
sem pudor
doavam
como se não
houvesse
coisa que 
o valha  
coração
aquele
que só
pulsava
amor

Nenhum comentário:

Postar um comentário

-

-